WHAT'S NEW?
Loading...

Britânica ''mora'' a mais de 10 dias no Aeroporto Eduardo Gomes




foto por Eraldo Lopes via D24am


Manaus - Uma turista britânica está há pelo menos uma semana ‘morando no saguão do Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, em Manaus. Marion Charlotte, de 49 anos, chamou a atenção dos funcionários porque passa o dia sentada no saguão de passageiros, ao lado de várias malas.
Marion toma banho no banheiro do aeroporto e troca de roupa no mesmo espaço.  Para comer, compra lanches no próprio aeroporto e, na hora de dormir, apenas se encosta nas cadeiras de espera do Eduardo Gomes, em cenas que remetem ao filme ‘O Terminal’, estrelado por Tom Hanks.
Abordada por funcionários da Infraero, ela conta várias versões diferentes sobre sua chegada à cidade. Uma delas é de que ela chegou a Manaus e foi recebida por um colega que mora na cidade, que conheceu na internet. O ‘amigo’ foi procurar um local para que ela pudesse se hospedar e, desde então, ela segue no aeroporto aguardando o amigo, pois não conhece mais ninguém.
Na tarde desta sexta-feira (15), investigadores da Delegacia Em Crime Contra Turistas (DECCT) foram ao local tentar falar com a turista. A britânica, que não fala português, contou outra versão aos investigadores. Desta vez, ela disse que veio ao Brasil porque a mãe dela falecida é de Manaus e planejou-se para conhecer a cidade por conta de ligações afetivas. Porém, ao chegar na capital do Amazonas, ela diz ter se assustado com o alto custo de vida e com o valor das estadias dos hotéis.
No passaporte da turista consta que ela chegou em Manaus no último dia 31 de maio.  Segundo ela, com dinheiro que tinha, se hospedou durante uma semana em um hotel no Centro. “Como estava indo muito no aeroporto de táxi, porque três malas minhas sumiram, e estava sem condições de continuar no hotel, resolvi ficar por aqui”, declarou.
Questionada se pretende voltar logo para a Inglaterra, a britânica disse que não, e quer ficar mais tempo na cidade. “Quero ficar os três meses aqui e tentar conseguir o aluguel de um quarto com o pouco dinheiro que tenho. Só depois do fim do visto vou voltar para o meu país”, declarou.
O investigador da DECCT, Cleison Pontes, informou que a britânica pode ficar no saguão do aeroporto Eduardo Gomes sem qualquer impedimento por parte da Infraero, tendo em vista que aquela é uma área pública.
Fonte: Jornal D24am