WHAT'S NEW?
Loading...

Aves prejudicam operações aeroportuárias em Parintins


Em matéria publicada no Jornal O Globo, a Justiça Federal limitou as operações aeroportuárias no Aeroporto Júlio Belém em Parintins (PIN/SWPI) ao período compreendido entre 1900-0500LT. A medida decorre da grande presença de aves de hábitos diurnos (a maioria urubus) próximas ao aeródromo, o que aumenta o risco de bird strikes.

Os bird strikes são fatos relativamente comuns no Brasil, sendo que diversos aeroportos possuem elevado risco para colisões entre pássaros e aeronaves. Além de Parintins, o Aeroporto Eduardo Gomes também se localiza próximo ao aterro sanitário municipal e ocasionalmente alguma aeronave comercial ou regional é atingida por estes animais.

A matéria completa de O Globo pode ser vista aqui.

0 comentários: