WHAT'S NEW?
Loading...

PP-CEL começa a ser desmontado após três décadas

Serviços Aéreos Cruzeiro do Sul
Fairchild C-82A Packet PP-CEL
Santos Dumont (SDU/SBRJ), 25/05/1968
Foto por Vito Cedrini



Os entusiastas de aviação do Amazonas receberam nos últimos dias uma notícia surpreendente e que pode significar (ou não) uma nova vida para a aeronave que permanece estacionada há mais tempo dentre todas no Aeroporto Eduardo Gomes: o Fairchild C-82A Packet, matriculado PP-CEL, começou o processo de desmonte. Parado na área verde do Terminal 2 desde meados da década de 1970, o PP-CEL possui uma história rica, recheada de diversos capítulos.


Frigosul
Fairchild C-82A Packet PP-CEL
Manaus Eduardo Gomes (MAO/SBEG) 11/06/2005
Foto por Eduardo Bentes



O Fairchild em questão tem número de série 10153 e foi fabricado de acordo com encomenda da USAF, sendo entregue em 30/09/1947 com a matrícula 45-57783 e voou na Força Aérea Americana até o fim da década de 50, quando foi repassado em 1958 à Leeward Aeronautical Sales (sediada em Miami) já com a matrícula N7855B.

Em 27/10/1958 a Cruzeiro do Sul adquire o avião e o rematricula como PP-CEL, chegando ao Aeroporto do Galeão em 13/12/1958. Em 31/03/1959 o Fairchild é matriculado no Registro Aeronáutico Brasileiro e por 14 anos voou nas cores da Cruzeiro, quando então foi endido em 04/10/73 à Avimotor Suprimentos Importação, Exportação, Indústria e Comércio de Material Aeronáutico Ltda.

O PP-CEL foi novamente vendido em 19/10/73 à Agropecuária do Juruá Ltda, Indústria e Comércio e posteriormente devolvido à Avimotor em 13/05/74. Uma nova venda do mesmo ocorreu para o Frigorífico Cruzeiro do Sul, Indústria e Comércio, em 20/05/74. Sua vistoria esteve válida até 30/01/76, sendo subsequentemente penhorado em Manaus e arrematado em leilão judicial pela Shell, em 18/05/76. A última aquisição data de 1979, pela companhia Aristek.

Apesar de parado há mais de 30 anos, o PP-CEL continuava relativamente preservado: sua estrutura externa permanecia íntegra, ainda apoiado nos trens de pouso e com as hélices dos motores preservadas. Resta aguardar e torcer que após o desmonte do PP-CEL, o mesmo tenha um destino nobre
em algum museu, onde poderá ostentar suas seis décadas de história para os amantes da aviação.

5 comentários:

aeroclube de pelotas disse...

realmente uma pena perdemos uma águia aos poucos dessa maneira! como dito, esperamos que tenha um fim nobre! :))



linkei o blog junto ao nosso!
forte abraço!

felipe rodrigues

Emerson disse...

Cara como um bom amante da aviação, fico muito triste em perde essa radidade que esta em nosso aeroporto, apesar do nosso aeroporto não ser tao belo quanto ao da outras capitais do brasil, mas essa pela aeronave que estava estacionada la no T2 de SBEG dava um grande charme ao nosso aeroporto, mas eh assim mesmo.. Graças a vcs desse blogger podemos fazer uma pela homenagen a essa grande aeronave q ainda se faz presente em nossa capital.
Parábens!!!

Rodrigo Leonel disse...

Para aqueles que quiserem ver no Google Maps ou Google Earth, aqui vai a coordenada:
3 1 52.50 S 60 2 15.08 W

Gunther Frey disse...

Pessoal, sou piloto e cheguei em manaus no final de janeiro, e por algumas semanas vi este belo C-82 imponente no gramado do T2 do aeroporto Eduardo Gomes, e depois de algumas semanas vi dia a dia a sua desmontagem feita pelos militares que montaram uma tenda ao seu lado, muito se falou sobre o seu destino, falaram em museus, em hangares em São Paulo, mas ninguem sabia ao certo o seu destino e então no final de uma tarde junto com o por do sol no Aeroporto Eduardo Gomes, vi a fuselagem deste aviao de lado sendo içado para cima de um caminhão, deitado de lado, e desta forma eu vi a ultima parte desse avião ir embora! A cabine se afastando de lado, encima de um caminhão! Passaram-se alguns meses e ninguem mais nada falou sobre essa maquina, e ao levar uma amiga em uma empresa no distrito industrial, eu e outro piloto resolvemos dar uma volta por aquela rua, Rua Copiuba, uma ou duas apos a Amazonfarma, menos de 1km pra frente da fabrica da Copag! E derrepente eu vi a mesma cena que havia visto meses antes, aquela fuselagem de lado, desta vez encima de uma calçada e do lado em um terreno as outras partes do avião, cortadas e empilhadas tendo seus motores entre os pedaços e a fuselagem! Fim não muito nobre para esta bela maquina!
Conversei com uma pessoa ali que disse ter comprado como sucata, e vi a cara de descepção desta mesma pessoa quando lhe disse que aluminio aeronautico nao serve nem pra fazer panela! Pedi a permissão dele e removi uma plaqueta de controle de inspeções da calda, que ja estava quase se desprendendo daquele monte de aluminio retorcido, tiramos algumas fotos como ultima recordação e viemos embora com um ultimo pedaço que tera um real valor pra alguem!

lufkub disse...

tenho uma foto desse pássaro no meu facebook. Eu mesmo bati no início da década de 70, no sdu.