WHAT'S NEW?
Loading...

MD-11 se despede da Finnair em 22 de fevereiro

Finnair
McDonnell Douglas MD-11 ER OH-LGG
Foto por Mikko Heimo

A era dos trijatos americanos no transporte de passageiros caminha cada vez mais perto de seu fim. Um dos últimos operadores de widebodies com três motores, a Finnair, anunciou para o dia 22 de fevereiro o último vôo de pax operado com o McDonnell Douglas MD-11. A última operação da empresa de bandeira finlandesa ocorrerá entre o Aeroporto de Vantaa em Helsinki (HEL/EFHK) e o Aeroporto Indira Gandhi da capital indiana Delhi (DEL/VIDP), na rota HEL-DEL-HEL.

A aeronave desginada para o a despedida do MD-11 da Finnair é a de matrícula OH-LGG (C/N 48753/608), a qual voou na Varig com o registro PP-VQI e que é um dos poucos MD-11 extended range, encomendados inicialmente para a empresa indonésia Garuda. Na última semana a Finnair retirou de operação outro MD-11, matriculado OH-LGF e que está parado em Paya Lebar, Cingapura (QPG/WSAP).

A despedida do MD-11 marca o fim de duas décadas de operação do trijato americano nas cores da Finnair. A companhia finlandesa foi um dos primeiros clientes do MD-11 e recebeu seu primeiro modelo em 07 de dezembro de 1990. Treze dias depois o primeiro MD-11 da empresa realizou o vôo inaugural entre Helsinki e Tenerife, Ilhas Canárias, Espanha. A configuração do trijato na flagship finlandesa é de 30 assentos na classe executiva e 306 na econômica.

Com a despedida da Finnair, a KLM passa a ser a única empresa aérea a operar o MD-11 em transporte regular de passageiros.

1 comentários:

Robert Jesus disse...

Bela materia, :)
agora qm quiser voar de md11 vai ter só a klm, e por pouco tempo :(